English | По-русски | Deutsch | Castellano | Nederlands, Italiano

Guia para o Envio de Obras

Edições Orphée, editora de música e livros sobre violão erudito e alaúde, é sempre interessada em receber músicas novas para serem publicadas. Si eu receber um projeto e o achar interessante, com certeza voulhe dedicar a minha maior atenção e consideração. Compositores e arranjadores que desejarem ter Edições Orphée como o vínculo entre eles e os que vão interpretar a sua música, me ajudarão a evitar muitos dissabores, e os evitarão para eles mesmos, se levarem em conta algumas simples indicações.

1.     A minha agenda de publicações está completa nos próximos 6-7 anos. Se hoje eu decidir aceitar um projeto novo, terei de julgar a sua importância e as suas possibilidades no mercado antes de decidir colocálo em lista de espera na ordem de recepção — ou seja, para que seja publicado daqui a 6-7 anos — ou lhe dar uma prioridade maior. Não há forma alguma de saber quais poderiam ser condições que hão de me levar para uma ou outra decisão.

2.     Também é verdadeiro que darei um trato preferencial e mais expeditivo para os compositores que eu conhecer em pessoa ou que então já tenham forjado um nome no ambiente musical.

3.     Eu sei, sim. Não se parece com um jogo limpo. ¿Como é possível se tornar conhecido e conseguir que o mundo todo admire o genio que a pessoa é enquanto serem perfeitos desconhecidos? Considere , no então, a minha posição. A publicação do trabalho de um desconhecido qualquer é uma aposta cara que perdi muitas vezes no passado. Simplesmente, não a posso pagar mais.

4.     Se você continua a ler, por gentileza considere o seguinte: a) Qualquer trabalho que seja apresentado para publicação deverá levar em conta o estilo de notação das Edições Orphée. Não temos uma lauda com o nosso estilo explicado; então, é recomendável que, em primeiro lugar, conheça algumas das minhas edições que sejam similares ao que você quer propor e note a maneira em que foram preparadas. b) Não gosto de peças que incluem elementos gráficos não musicais na sua notação. Este não é um julgamento do valor do trabalho. Simplesmente reconheço que é difícil e caro -em tempo e em dinheiro- agregar estes elementos. Edições Orphée é uma empresa de um homem só, e eu não tenho nem o tempo nem a energia necessários para esta notação. Se a idéia não pode se expressar em notação comum, eu sou o editor errado para o trabalho. c) Não estou interessado em publicar transcrições. Não é que esteja contra elas. O oposto é o verdadeiro. Publiquei muitas transcrições no passado e têm muitas na lista de espera. Simplesmente estou dolorosamente ciente que se a transcrição de uma obra qualquer é boa, será pirateada no instante que esteja na rua. É quase impossível proteger os direitos de autor nas transcrições ou gerar ingressos quaisquer de maneira mecânica com elas. d) Se o trabalho contem elementos que estão sob proteção dos direitos autorais, como as letras ou menções extensas de outras melodias, ou se é um arranjo baseado numa obra sob proteção, o arranjador terá de conseguir a autorização do dono dos direitos antes de me enviar o trabalho. Não tenho nem o tempo nem a ajuda legal para obter estas autorizações. e) É lógico que eu preferia receber trabalhos em formato eletrônico. Estou em condições de ler arquivos criados em Finale, Sibelius e Score. Mas não é absolutamente necessário que seja assim. Se você não é muito ligado ao computador, eu ainda posso ler manuscritos passados em caneta, se este é legível. Eu acho que o importante é a música, não o formato do manuscrito. No entanto, é bom considerar que os arquivos eletrônicos me poupam tempo e dinheiro ao tempo de me facilitar o exame do seu trabalho.

5.     Se você é americano ou vive nos Estados Unidos, tem de ser membro da ASCAP. Edições Orphée publica para a ASCAP e não pode aceitar trabalhos de compositores afiliados à BMI. Se você não é americano ou residente, tem de pertencer a uma agência local afiliada da ASCAP.

6.     Uma outra coisa: se decidir publicar o seu trabalho, é muito difícil que você possa ganhar muito dinheiro com os direitos da venda da edição do seu trabalho. A única maneira de você ter algum beneficio em dinheiro é que a obra se torne parte do repertorio geral e muitos a levem ao disco. Eu faço o que puder para promover a música dos compositores a quem represento. Mas se o compositor não promove pessoalmente a sua criação, é muito difícil que ela chegue ao público.

¿Ainda comigo? Bem. Se ainda deseja me enviar o seu trabalho, façao. Nunca devolvo trabalhos não solicitados, nem se eles trazem o envelope com os selos.


Copyright © 2005 by Editions Orphée, Inc. All Rights Reserved.


CATALOG

G.A.L.I. Table of contents

HOME PAGE


Editions Orphée, Inc.,
1240 Clubview Blvd. N.
Columbus, OH 43235-1226
TELEPHONE: (614) 846-9517
FAX: (614) 846-9794
EMAIL: sales@editionsorphee.com
Last Modified: Thursday, February 21, 2008